«

»

Mai 26

A China é a rainha nas vendas de smartphones enquanto a Samsung e Apple continuam a sua própria luta

As vendas mundiais de smartphones atingiu 380 milhões de unidades no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 9,1% em relação ao mesmo período de 2016, onde foram vendidas 348,2 milhões de unidades. Um cenário que mostra que apesar de não vender ao mesmo nível que em épocas anteriores o mercado ainda é muito forte. Também salienta que a liderança entre as grandes empresas tradicionais como a Samsung e a Apple continua, embora as empresas da China têm crescido exponencialmente nos últimos anos.

Segundo os dados da consultoria de tecnologia Gartner, os compradores de smartphones estão a gastar mais dinheiro na aquisição de melhores aparelhos, o que resultou num aumento nos preços médios de venda em todas as faixas. Neste contexto, sublinhou que a mudança nas preferências dos compradores está a afectar positivamente os fabricantes chineses tais como Huawei, da Oppo e Vivo na sua estratégia em oferecer dispositivos a preços acessíveis. Além disso, a quota de mercado destes três fabricantes correspondem ao 24%, sete pontos percentuais a mais que um ano atrás.

Os três maiores fabricantes de smartphones chineses estão a impulsionar as vendas com alta qualidade, equipados com características inovadoras e preços competitivos. Apesar dos progressos das três marcas chinesas, a Samsung manteve a liderança no primeiro trimestre de 2017, com 78,67 milhões de unidades vendidas, 3,1% menos do que um ano atrás. Deste modo, isto faz com que a sua quota de mercado tenha sido reduzida dos 23,3% para o 20,7%.

A Apple manteve o segundo lugar depois de vender quase 52 milhões de dispositivos, valor ligeiramente superior aos 51,6 milhões do ano passado. Mas valor que tem sido incapaz de impedir a diminuição da sua quota de mercado de 14,8% para 13,7% . Por outro lado, a Huawei, com o terceiro lugar, chegou aos 34,18 milhões de unidades, o que lhe permitiu aumentar a sua quota de mercado de 8,3% para 9%.

Enquanto isso, Oppo registou um aumento acentuado na sua quota de mercado de 4,6% para 8,1%, depois de vender 30,92 milhões de smartphones. Enquanto que a Vivo assumiu o quinto lugar, com 25,8 milhões dispositivos vendidos e uma quota de 6,8% do mercado, em comparação com 4% de um ano atrás. Por sistema operacional, terminais baseados em Android aumentaram a sua participação de mercado no primeiro trimestre de 86,1% contra 84,1% um ano atrás, enquanto os dispositivos iOS cairam de 14,8% a 13,7%.